Imprensa é oposição. O resto é armazém de secos e molhados."

(Millôr Fernandes)

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Aos colegas liberais das instituições federais de ensino!*

Quinta, 27 de julho de 2017

Atenção professores e funcionários das universidades e institutos federais que são LIBERAIS e defendem com unhas e dentes as reformas e o livre mercado! Sejam coerentes e aproveitem o PDV proposto por Temer! Se livrem das amarras do Estado, peçam demissão e utilizem o dinheiro do acordo para praticar a livre iniciativa! Voem nas asas do livre mercado e deixem seus cargos para quem realmente acredita na educação pública como um investimento essencial, muito longe de ser um "gasto". Provem que a iniciativa privada é a solução para todos os problemas do País. Não deixem essa oportunidade escapar.

Saudações!

==========

*Texto que está rodando pelo WhatsApp.

Descaso. No maior hospital público do DF, falta até papel higiênico

Quinta, 27 de julho de 2017
Descaso. No maior hospital público do DF, falta até papel higiênico
Relatos de parentes e pessoas internadas reforçam percepção dos servidores, que denunciam situação precária no Hospital de Base do DF
Por Nathália Cardim e Pedro Alves/Ricardo Botelho/Especial para o Metrópoles
Blog do Sombra
Depois de servidores da saúde questionarem a medida do GDF que suspendeu o estado de emergência na rede pública da capital e denunciarem falhas no abastecimento de diversos setores do Hospital de Base (HBDF), pacientes e parentes de pessoas internadas engrossaram o coro das críticas. Ninguém entende os critérios usados pelo governo para dizer que a saúde pública da capital saiu da UTI. Segundo as reclamações, falta até papel higiênico.

Médicos, enfermeiros e técnicos reclamam da falta de insumos básicos, materiais para exames e problemas com telefones e internet. Quem se submete a tratamento na maior unidade do Distrito Federal precisa, muitas vezes, comprar materiais ou bancar exames em clínicas particulares.

Governo do DF garante pagamento em dia dos salários de julho

Quinta, 27 de julho de 2017
Da Agência Brasília

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, garantiu que, apesar das dificuldades financeiras ainda evidentes no Executivo, os salários de julho dos servidores locais serão pagos no quinto dia útil de agosto.

A informação foi dada após cerimônia de assinatura do decreto que institui o programa Brasília Cidadã, na tarde desta quinta-feira (27), na Residência Oficial de Águas Claras.

Rodrigo Maia é dono de escritório usado pelos grupos Odebrecht e BTG Pactual

Quinta, 27 de julho de 2017
The Intercept Brasil
Por Breno Costa, Lúcio Lambranho

PRIMEIRO DA FILA para ocupar a Presidência da República caso Michel Temer tenha de deixar o cargo, o deputado e presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é dono de um escritório que foi usado por cerca de quatro anos pela Odebrecht e, atualmente, é ocupado por uma empresa do banco BTG Pactual. O aluguel de uma sala semelhante, em valores atuais de mercado, é de cerca de R$ 15 mil mensais. Ambas as empresas ganharam destaque nas páginas político-policiais nos últimos anos, na esteira de uma profunda e bilionária relação com o poder público.

Nas planilhas de controle da distribuição de propinas da Odebrecht, Maia recebeu o codinome “Botafogo”. Uma referência, em tese, ao time pelo qual torce.

Por coincidência, o mesmo nome do bairro da Zona Sul do Rio onde fica a sala que serviu de base para uma filial da Odebrecht. A sala 901 tem cerca de 300 m², está bem conservada e fica no penúltimo andar de um prédio comercial antigo de Botafogo, o Edifício Santo Eugênio, na Rua Voluntários da Pátria, uma das mais movimentadas da cidade.
Leia a 
íntegra

Eduardo Cunha não escapa de Moro. TRF2 mantém processo em Curitiba

Quinta, 27 de julho de 2017
Do MPF
Ex-deputado queria transferência do caso dos navios-sonda para o Rio de Janeiro
MPF na 2ª Região: Eduardo Cunha será julgado em Curitiba, decide TRF2
Imagem ilustrativa / Istock
Seguindo manifestação do Ministério Público Federal (MPF), o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) manteve, nesta quinta-feira (27), a decisão de não transferir para o Rio de Janeiro o processo em que Eduardo Cunha responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na compra de navios-sonda para a Petrobras. O MPF na 2ª Região defendeu que o processo deve tramitar na 13ª Vara Federal de Curitiba por ser o juízo natural das ações da Lava Jato e desdobramentos.

A defesa do réu havia alegado que a ação não teria relação com aqueles casos julgados no Paraná, pois o processo com o qual teria conexão já foi julgado, e que deveria ser distribuído a uma das varas federais do Rio, local onde os crimes teriam sido cometidos. Em seu parecer, no entanto, o MPF refutou as teses da defesa. “O fato de haver um conjunto de provas que deve ser analisado por um único Juízo, predeterminado por já conhecer fatos anteriores iguais aos deste caso, não pode ser desconsiderado”, argumenta o MPF da 2ª Região.

Ministérios Públicos voltam a emitir recomendação para que a Secretaria de Saúde de Rollemberg anule o convite (coação) para que servidores do HBDF decidam logo se ficam ou não no 'instituto' do Base

Quinta, 27 de julho de 2017
Do MPDFT
161011 HospitaldeBase GF 01Os representantes dos Ministérios Públicos do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), de Contas (MPC/DF) e do Trabalho (MPT/DF) não entenderam como suficiente a alteração realizada na Portaria nº 345, por meio da Portaria nº 379, de 21 de julho de 2017, que a manifestação prevista pelos servidores, no prazo de 45 dias, terá caráter provisório, devendo ser ratificada após o registro do Estatuto do Instituto Hospital de Base (IHBDF). Em nova recomendação, expedida nesta quinta-feira, 27 de julho, os MPs pedem a imediata anulação das duas portarias.

Política Nacional de Atenção Básica: Tripartite colocará revisão da PNAB em consulta pública

Quinta, 27 de julho de 2017

Da Abrasco
Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Em reunião realizada em Brasília na manhã desta quinta-feira, 27, a Comissão Intergestores Tripartite (CIT) iniciou o processo de revisão da Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), apresentando de maneira superficial mudanças que podem levar a desestruturação do trabalho quase vinte anos da implementação da Atenção Primária em Saúde no país e remetendo o texto da minuta para consulta pública na plataforma FormSUS. A sessão foi transmitida pela internet em tempo real pelo portal DataSUS.
A apresentação coube a Allan Nuno Alves de Sousa, diretor do Departamento de Atenção Básica (DAB). Dos argumentos que justificaram a revisão, ele destacou a necessidade de se seguir o ciclo de cinco anos para revisão da PNAB; proposições da 15ª Conferência Nacional de Saúde e os resultados dos dois ciclos completos do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). Acesse aqui a minuta produzida pelo Grupo de Trabalho da CIT. 

Inaceitável. Rollemberg quer parcelar salário de servidor para quitar suas dívidas de campanha?

Quinta, 27 de julho de 2017

Do SindSaúde
Por Marli Rodrigues
Amanhecemos com mais uma bomba, confirmada por fontes do Buriti, de que o Governador quer parcelar nossos salários. Não bastasse congelar os salários dos servidores por toda a sua gestão, sem repor nenhuma perda salarial, não reajustar o auxílio-alimentação conforme previsto na lei, dar o calote nas incorporações, isonomia e na última parcela do reajuste de algumas categorias, sonegar e postergar o pagamento das pecúnias dos aposentados e das horas extras trabalhadas há mais de 6 meses, o déspota instalado no GDF anuncia o seu grand finale.

Bendine pagou imposto sobre a propina recebida da Odebrecht

Quinta, 27 de julho de 2017

Daniel Isaia - Repórter da Agência Brasil

O ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine pagou o imposto, em 2017, sobre a propina recebida da Odebrecht em 2015, segundo o Ministério Público Federal (MPF). Ele foi preso hoje (27) em São Paulo por ocasião da 42ª fase da Operação Lava Jato, denominada Operação Cobra, em referência ao codinome de Bendine nas planilhas da empreiteira.

Ex-presidente do BB e da Petrobras pediu R$ 20 milhões em propina, diz Lava Jato. Foi preso hoje (27/7)

Quinta, 27 de julho de 2017



Felipe Pontes – Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - Presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, explica mudanças na governança e gestão da empresa (Cristina Indio do Brasil/Agência Brasil)
Aldemir Bendine foi presidente do Banco
do Brasil e da Petrobras
Cristina Indio do Brasil/Agência Brasil

O ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine teria recebido ao menos R$ 3 milhões de propina em espécie da Odebrecht para não prejudicar a empresa em futuras contratações, segundo informações das equipes da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF) que atuam na Lava Jato.

TCDF manda Linknet, da Caixa de Pandora, devolver R$ 55 mi ao erário

Quinta, 27 de julho de 2017
TCDF manda Linknet, da Caixa de Pandora, devolver R$ 55 mi ao erário
Corte constatou irregularidades como pagamentos indevidos, sobrepreço e falta de cobertura contratual. Ex-gestor do DF rachará a multa
Por Suzano Almeida/Geovanna Bembom/Metrópoles 
e Blog do Sombra
A empresa de tecnologia e telecomunicações Linknet e o ex-diretor-presidente da Agência de Tecnologia da Informação do DF Luiz Paulo Costa Sampaio terão que restituir mais de R$ 55 milhões aos cofres públicos. O valor, fixado em Tomada de Contas Especial do Tribunal de Contas do DF (TCDF), é ressarcimento ao erário pelo envolvimento de ambos na Caixa de Pandora, maior escândalo da história política da capital.

O julgamento ocorreu no último dia 13, mas o acórdão só foi publicado nesta quarta-feira (26/7). De acordo com investigações policiais e do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), a Linknet e Sampaio integraram o esquema de pagamento de propinas e mesadas que envolvia figurões das cenas política e empresarial brasilense durante o governo de José Roberto Arruda (PR).

Torturas, maus-tratos, mortes em hospitais psiquiátricos e abrigos. Até quando?

Quinta, 27 de julho de 2017
Da Abrasco
Associação Brasileira de Saúde Coletiva

Com quase 18 anos do caso de Damião Ximenes, em Sobral (CE), relatos, registros e fatos sobre maus-tratos, violência e morte em hospitais psiquiátricos e casas de repouso no Brasil assombram a população brasileira. O mais recente, ocorrido no dia 13 de julho, envolveu o músico Mário Travassos, filho de Luiz Eduardo Travassos, que já foi vice-prefeito de Niterói-RJ. Mário foi internado no Hospital Psiquiátrico de Jurujuba, com sintomas de ansiedade. Do hospital, os médicos acharam melhor que ele fosse transferido para outra unidade. Ele foi para a Clínica da Gávea, na Zona Sul do Rio, mas, no dia seguinte, ele morreu. O caso do músico, segundo Paulo Amarante, coordenador do GT Saúde Mental da Abrasco, é bem parecido com o de Damião Ximenes.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Caos intencional no Centro Obstétrico do HRG? Em marcha o fechamento do CO do Hospital Regional do Gama

Quarta, 26 de julho de 2017
Acompanhante dorme no chão ao lado da cama em que está a mulher amada. Imagem de vídeo gravado em 24/7/2017.

Abaixo, vídeo onde se vê um acompanhante de paciente dormindo no chão ao lado do leito da mulher, em 24/7/2017, no Centro Obstétrico do Hospital Regional do Gama (HRG). Servidores do hospital, pacientes e acompanhantes, acreditam que o caos, com a dramática carência de materiais, equipamentos, roupas, médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, se acelerou nas últimas semanas para, possivelmente, reforçar o discurso do governo do DF em fechar a obstetrícia do HRG, transferindo-a para o HRSM, Hospital Regional de Santa Maria, que fica em outra região administrativa do DF.


O vídeo foi gravado em 24/7/2017 pelo marido de uma paciente que estava internada no Centro Obstétrico do HRG. Mais notícias sobre o fechamento deste Centro Obstétrico podem ser acessadas nos links no final desta postagem.

As fotos abaixo foram tiradas em 25/7/2017 por parentes de mulheres internadas no Centro Obstétrico do HRG.

Acompanhante 'quebra o galho' e conserta a cama em que mulher vai ter bebê. Foto: 25/7/2017.


Mulheres em trabalho de parto ficam sentadas em bancos à espera de vagas em leitos. Observe que todas elas estão com roupas improvisadas com o conhecido tecido TNT. Foto de 25/7/2017.


Acompanhante só pode sentar ou deitar na cama da paciente. Ou no chão. Foto de 25/7/2017.


Entenda o caso:

Movimento Fora, Barros! Nas ruas no dia 3 de agosto

Quarta, 26 de julho de 2017

Do SindMédico — DF

Médicos vão às ruas no dia 3 de agosto

Movimento Fora, Barros! promove protesto no Ministério da Saúde e audiência pública na Câmara dos Deputados

A classe médica vai às ruas em todo o Brasil, no dia 03/09 (quinta-feira), para protestar contra o ministro Ricardo Barros, que tem feito agressões recorrentes aos médicos e demais servidores da saúde. No último dia 14, em São Paulo, voltou a fazer ataques gratuitos ao falar da adoção de sistemas de ponto eletrônico nas unidades de saúde. "... Vamos parar de fingir que pagamos médicos e os médicos vão parar de fingir que trabalham", declarou e não se retratou em nenhum momento desde então.

Por outro Ministro da Saúde com outra política para a saúde – Por um Ministério da Saúde comprometido com o SUS!

Quarta 26 de julho de 2016
Nota da Abrasco
Foto: Erasmo Salomão/MS
Ricardo Barros é uma ameaça ao direito à saúde e ao SUS.
Nós, da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), somamos-nos às entidades médicas exigindo seu afastamento.
Mais uma vez, ao discorrer sobre problemas de funcionamento do SUS, no caso, o trabalho médico, Barros atuou de maneira demagógica e inadequada ao seu cargo. Demagógica, porque apresentou proposta simplista para um problema complexo. Controle de ponto mediante o sistema de biometria – o que exigiria uma licitação e gastos milionários – sequer arranha a crônica falta de médicos e a péssima política de pessoal do SUS. Inadequada, porque o Ministro deveria utilizar o poder de convocação do Ministério da Saúde, por ele dirigido, para construir, com a participação dos estados, municípios e representantes de usuários e de profissionais, uma nova política de pessoal para o SUS. Vale lembrar que estados e municípios têm arcado com o principal ônus em relação ao gasto com pessoal: afinal, são responsáveis pela contratação e pela gestão de 96% da força de trabalho do SUS. Em realidade, as dificuldades com os profissionais do SUS são decorrentes de pelo menos dois fatores que o ministro jamais menciona.

Exclusivo Buzzfeed: Meirelles lucrou R$ 217 milhões em 2016 com firma de consultoria

Quarta, 26 de julho de 2016
buzzfeed.com

Valores se referem à distribuição de lucros de sua empresa entre 2015 e abril de 2016. Responsável pela economia brasileira, Meirelles mantinha seu dinheiro no exterior.

Filipe Coutinho

> Maior parte do dinheiro foi paga em contas fora do país.

> R$ 167 milhões foram pagos 3 meses antes de assumir Fazenda.

> R$ 50 milhões em setembro, quando ele já estava no cargo.

> Entre os pagadores está Joesley Batista, hoje o inimigo nº 1 de Temer.


Por que Reinaldo Azevedo é contra a Lava-Jato e ataca tanto a Deltan Dallagnol?

Quarta, 26 de julho de 2017
Da Tribuna da Internet
Resultado de imagem para reinaldo azevedo CHARGES
Reinaldo Azevedo deveria mover alguma ação 
Jorge Béja
Dias atrás, o jornalista Reinaldo Azevedo escreveu que aceita debater (sobre os temas que aborda no seu blog, no rádio e na TV) com “gente qualificada”. Traduzindo: com pessoa que possua elevado saber, conduta ilibada, experiência de vida, imparcialidade e que seja farta, honesta, reta e superior em tudo. Como dos pecados e defeitos comuns à pessoa humana, Deus daqueles me preservou — e sem querer debater com o jornalista — me apresento tão somente para lhe fazer uma pergunta e lhe apresentar uma sugestão. Todos sabemos que Reinaldo Azevedo é crítico e adversário da força-tarefa da Lava-Jato e de seu principal e mais conhecido integrante, o procurador da República Deltan Dallagnol, dela coordenador.

Justiça anula liminar que suspendeu aumento do PIS/Cofins sobre combustíveis

Quarta, 26 de julho de 2017
André Richter - Repórter da Agência Brasil
O Tribunal Regional Federal (TRF-1), sediado em Brasília, decidiu há pouco anular a decisão que suspendeu o aumento das alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol, anunciado pelo governo na quinta-feira (20).

A decisão foi proferida pelo desembargador Hilton Queiroz, presidente do tribunal, que atendeu a um recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) contra a suspensão do reajuste.

No recurso, a AGU informou à Justiça que a liminar impede que o governo federal arrecade diariamente R$ 78 milhões.

Mais cedo, antes da decisão que derrubou a cobrança, o juiz Renato Borelli, que concedeu a liminar, cobrou da Agência Nacional do Petroleo (ANP) o cumprimento de sua decisão e fixou multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

Arruda, lavar a jato a Caixa de Pandora é o que lhe exige a Brasília honesta. Fale! Não se emporcalhe mais

Quarta, 26 de julho de 2017
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

Arruda:

Cada um dos brasilienses, especialmente aqueles que foram seus eleitores, dos quais muitos ainda topam ser, querem ver você fazer uma colaboração premiada que possa lavar a jato (sem trocadilhos) a política de Brasília.

Você, infelizmente, enveredou por caminhos tortuosos, numa jornada tendo como companheiros, em sua quase totalidade, pessoas das mais abjetas da política e das relações com a rés pública.

Você escorregou, você caiu, você foi preso, você foi condenado. Você virou um ficha suja eleitoral. A partir da queda, talvez só tenha recebido o apoio de sua mulher e de parentes próximos. É possível até, que de alguns raríssimos amigos que não tenham entrado na Caixa de Pandora. Faço referência, assim, a amigos. De companheiros de jornadas criminosas, não. Todos, certamente sem exceção, dos que lhe acompanharam na estrada errada da política e da ética pública, não são seus amigos.

Desses últimos  —os companheiro de jornadas da Caixa de Pandora— você não tem a solidariedade de nenhum. Fingimento, talvez. No máximo o que eles podem sentir em relação a você é cagaço. Cagaço de uma possível colaboração premiada feita por você. Respeito, nenhum.

Você ainda não percebeu que está só? Ou quase só? E à beira de sofrer uma punição severa que mais do que a você punirá seus familiares e seus verdadeiros amigos (amigos verdadeiros que são poucos, mas que ainda devem existir).

O que você está esperando? A prisão? Perder a oportunidade de provar que se arrependeu, pelo menos em parte, dos males que causou à população de Brasília e à imagem de nossa cidade?

Tudo isso para preservar a sobrevivência empresarial e política de ex-parceiros da Caixa de Pandora?

Não, Arruda. Por mais baixo o nível que uma pessoa possa ser levada por seus atos, há sim a oportunidade de recuperar, pelo menos em parte, a sua passagem pela vida pública. Pela vida neste mundo.

Mas no seu caso, isso só acontecerá se você decidir —e atente para a marcha acelerada dos ponteiros do relógio da Justiça— rapidamente, pra já, pra ontem. Você, o povo tem certeza, sabe tudo sobre  o período pre-Caixa, durante a Caixa,  e pós-Caixa de Pandora.

Você, Arruda, tem que abrir o jogo, todo o jogo, o jogo sujo de empresários e políticos que construíram, cevaram e viveram da Caixa de Pandora. Sejam os políticos deputados distritais ou federais, senadores, vice-governadores, governadores, o escambau a quatro.

Abra o jogo. Nomeie —para o Ministério Público, para a Justiça, para nós todos os contribuintes— os reis de paus, espadas, de copas, de ouro, dessa safadeza geral na desgraçada política do Distrito Federal. Indique, com provas, também as damas, os valetes, que entraram no jogo sujo da Caixa de Pandora.

Mais rápido do que você possa está imaginando hoje, sua decisão deve vir na velocidade de um raio. Se não, pode ser tarde. Tarde para você. Então abra urgente a Caixa de Pandora e diga, com provas:

Quem comeu o que na indecente decisão, contratação e construção do Mané Garrincha? Fale!

Quem comeu o que na imoral decisão, contratação e construção do VLP, aquela coisa que vocês chamam pernosticamente de BRT Sul? Fale!

Quem comeu o que na imoral decisão, contratação e construção, daquela porqueira chamada de Centro Administrativo, o Centrad? Fale!

Quais deputados distritais ou federais que comeram, e como comeram, dentro da Caixa de Pandora? Fale!

Quais outros políticos, dirigentes partidários, ou tecnocratas, que também se lambuzaram na Caixa de Pandora? Fale!

Quem comeu e quanto comeu, e quanto pagou de propina cada empresário/empresa em projetos aqui e acolá? Fale!

Fale! Ou se cale para sempre, possivelmente num local que nem o Cão suporta.

Fala, Arruda!

Contribuição do Setorial Saúde do Psol ao 6º Congresso Nacional do partido (2017)

Quarta, 26 de julho de 2017
Do Setorial Saúde do Psol

Toda pessoa filiada ao PSOL pode assinar o texto abaixo até as 23h59 do dia 28 de julho, próxima quinta-feira, acessando o link:

Fundado em 2011, o Setorial de Saúde visa oferecer contribuições técnicas, programáticas e estratégicas ao PSOL, instrumentalizar mandatos, fortalecer a reforma sanitária e movimentos populares. Setoriais são fundamentais para um partido vivo, aberto, democrático e militante.

Entendemos que Saúde não é apenas ausência de doenças ou acesso a serviços, mas produto de relações sociais e de produção entre as classes. O princípio do Ubuntu africano “sou porque somos” e o princípio indígena do “bem viver” dizem que uma sociedade só é saudável se podemos todos viver bem, e que a saúde do ambiente e da sociedade estão profundamente ligados. Não teremos um país saudável sem as reformas urbana e agrária, sem distribuição de renda, sem superar o racismo, o machismo e homofobia.

A roubalheira na ditadura, total. Nos mais diversos setores, incluindo a Petrobras

Quarta,26 de julho de 2017


As primeiras  divergências entre os generais, começaram por causa da corrupção. Existiam muitos corretos, até mesmo contra a tortura desvairada, que atingiu o apogeu com o "presidente" Médici. Os protestos contra o desperdício de dinheiro tiveram como alvo o mesmo Médici.


Faraônico, nababesco e perdulário, decidiu construir a rodovia Belém-Brasília, logo denominada como a estrada que "ligaria o nada a coisa alguma". Fortunas desperdiçadas. A seguir, Delfin Netto e Andreazza resolveram fazer a Ponte Rio - Niterói, uma obra útil, mas não  com aquele preço devastador e juro de 14 por cento, da Inglaterra.


Escrevi 6 reportagens, publicadas em 2 meses, com o titulo geral. "A ponte de OURO sobre o MAR de LAMA". Com nomes e sobrenomes, mais prisões. (E lembrando que pouco antes, o governador Lacerda construíra a Cedae, com financiamento dos EUA, de 1 e 5 oitavos, os americanos adoram essas frações anuais).


A PETROBRAS DO "JAPONEZINHO"


Ninguém enriqueceu como ele, que tinha a cobertura e a proteção do próprio Geisel. Nomeado presidente da Petrobras, que tinha a aura e produzia orgulho, com a campanha do “Petróleo é nosso". Mas o que não existia mesmo era o petróleo, que o “japonezinho" comprava com preço várias vezes superfaturado. E esse sobre preço, ia investindo todo no Texas, em petróleo, poço e refinaria. Os filhos foram morar lá, o pai ia de vez em quando, ficava aqui, cuidando dos recursos do  superfaturamento.


Mas surgiram as denúncias, Geisel teve que tirar o "japonezinho" da Petrobras. Só que Geisel, arrogante e audacioso, colocou o "japonezinho”  como Ministro do Ministério de Minas e Energia, ainda mais poderoso, dominando os dois cargos, cada vez mais rico. Shigeaki Ueki, esse o seu nome, continuou investindo no Texas. Mas continuou morando aqui e no Texas.


Esgotado prestigio de Geisel, rompeus "amarras" com o Brasil, mudou definitivamente para o Texas. Há mais de 20 anos não vem ao Brasil. Ele e os filhos são os mais ricos do Texas, em poços e refinarias de petróleo, ultrapassando os 2 Bushs, pai e filho, ex-presidentes dos EUA.


Neste momento em que o Brasil vive o ponto mais alto da corrupção com base na Petrobras, podiam incorporar o "japonezinho", o mais rico de todos, inteiramente esquecido ou deslembrado.


O MP QUER AFASTAR, O PRESIDENTE DA CBF


É pouco, mas pode ser o início de uma renovação. Deviam ter pedido logo a prisão desse senhor Del Nero, corrupto confesso. Não sai do Brasil com medo de ser preso, não viu nenhum jogo da seleção.


Parabéns ao MP, que ANULOU a reforma do estatuto. Deu todos os poderes a senhores desconhecidos das federações. Excluiu totalmente os clubes. A comunidade do país inteiro, torce, sofre e mantém os clubes. As federações só fazem explorá-los. 


AUMENTO DE COMBUSTIVEIS


Um juiz Federal  de Brasília, acaba de anular o inacreditável aumento de combustíveis. Não vai demorar, e um outro magistrado (?), tornará sem efeito, a decisão do juiz Federal.


O DITADOR CARRASCO DA TURQUIA


Está completando 1 ano do  que ele chamou de golpe. Pretendia fazer parte da UE, agora os 27 países, nem querem  vê-lo ou ouvir falar nele. Prendeu ou demitiu 150 mil pessoas, fechou mais de 100 empresas de Comunicação.


E hoje começa o julgamento arbitrário de 51 jornalistas. Apesar de tudo isso, sempre que pode, vai à televisão e não se cansa de repetir: "Duvido que exista no mundo, uma democracia mais autêntica e apoiada pelo povo do que a da Turquia".


Outra insistência, que repete como se fosse um slogan: "Todo o golpe foi organizado por um clérigo que vive nos EUA". E pede a sua extradição, nem os EUA nem ele se interessam. Como é que apenas um personagem, há anos sem sair dos EUA, isolado, pode organizar um golpe e movimentar centenas de milhares de pessoas. E sem o mínimo de resistência, de protesto, de manifestações.


MINISTÉRIO PÚBLICO X SERGIO MORO


As relações em Curitiba já estiveram muito melhores. Eram quase afáveis, agora  são praticamente conflitantes. Em vários casos. Até mesmo em relação a Lula. Moro condenou o ex-presidente a 9 anos de prisão. Decorrido quase 1 mês, o MP pediu ao juiz para reabrir o processo. Moro recusou, já não tem mais nada a ver com esse processo.


Circularam rumores ( registrei)  de que o MP considerava, que não existiam provas irrefutáveis para a  condenação. Mas não recorreram à Quarta Vara Federal. Já haviam surgido divergências nas absolvições da mulher de Eduardo Cunha e da de serginho cabralzinho.


O MP defendia a condenação das duas. Mas não recorreu para a Desembargadoria Federal de Porto Alegre. Só que ontem, terça feira à tarde, o MP pediu a condenação da mulher de serginho. Mas manteve o silêncio em relação à mulher do ex-presidente da Câmara. 


Nenhuma divergência no crime de cumplicidade e lavagem de dinheiro, atribuído às duas. Por que o recurso contra uma e o esquecimento da outra? Chatíssimo: não ha informação. Só rumores ou suspeitas.

terça-feira, 25 de julho de 2017

Mato Grosso avança na retomada dos hospitais regionais para administração direta

Terça, 25 de julho de 2017
Do site Ataque aos Cofres Públicos

Por meio de um grupo de trabalho, Estado está banindo os contratos com Organizações Sociais que tantos prejuízos causaram à população

Foram muitos os estragos que a terceirização de hospitais regionais em Mato Grosso por meio de organizações sociais provocou no Estado. Milhões foram desviados da saúde em escândalos que movimentaram as páginas dos jornais entre 2011 e 2014.

Rejeição a Temer sobe e atinge 94% e 95% dos entrevistados acreditam que o país está no rumo errado

Terça, 25 de julho de 2017


Rejeição a Temer sobe e atinge 94%
Levantamento mostra ainda que 95% dos entrevistados acreditam que o país está no rumo errado
Por Noticias ao Minuto Foto: Reprodução/Divulgação/Twitter
Blog do Sombra
Em julho, a avaliação do governo federal atingiu o pior patamar desde janeiro de 2003, segundo a pesquisa Pulso Brasil, realizada pela Ipsos. O presidente Michel Temer também alcançou o maior índice de reprovação dos brasileiros (94%). O levantamento ainda mostra que 95% dos entrevistados acreditam que o país está no rumo errado.

Justiça confirma decisão que garante inspeção do MPF em delegacia da Polícia Federal

Terça, 25 de julho de 2017
Do MPF
Decisão assegura o exercício efetivo do controle externo da atividade policial pelo órgão
O Ministério Público Federal (MPF) em Caruaru (PE) obteve decisão judicial que garante acesso do MPF a todas as dependências da Delegacia da Polícia Federal (PF) na cidade durante visitas de inspeção, bem como a informações relevantes para o controle externo da atividade policial, como as relacionadas ao quadro de servidores: quantitativo geral, quantitativo por turno e frequência de designações para missões em outros estados, entre outras.

Governo federal tenta comprar fazenda para socorrer amigo de Temer

Terça, 25 de julho de 2017
Governo federal tenta comprar fazenda para socorrer amigo de Temer
Sem-terra invadiram propriedade de coronel em maio para exigir compra de terra em Bauru Pressão sobre Incra funcionou. Nesta terça, área foi alvo de nova invasão do MST
Por El País Foto: Reprodução/Divulgação/Agência Brasil
e Blog do Sombra
Uma semana depois da explosão da delação da JBS que colocou contra as cordas o Governo Michel Temer, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) começou uma negociação inédita em São Paulo em socorro ao coronel reformado João Baptista Lima Filho, velho amigo de Temer e apontado pelos investigadores da Operação Lava Jato como o mais antigo operador de propinas do presidente. Desde junho, a autarquia tenta comprar uma fazenda para atender a sem-terras que acossavam o coronel Lima. Entre tantas demandas semelhantes e frustradas pelo país, o trunfo do grupo de manifestantes paulista foi lançar mão de um mecanismo de pressão que se mostraria eficiente: com o objetivo declarado de chamar atenção de Temer, eles invadiram uma propriedade do amigo do presidente em Duartina, a 380 km de São Paulo, e anunciaram que só deixariam o local com um acordo para aquisição de uma área para a reforma agrária em Bauru. Conseguiram, numa operação que, na visão de um procurador da República, contém indícios de tráfico de influência e improbidade administrativa.

Ação popular: Justiça Federal em Brasília suspende aumento de impostos sobre combustíveis

Terça, 25 de julho de 2017

Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil

Brasília - Postos de combustíveis ajustam os preços e repassam para o consumidor o aumento da alíquota do PIS e Cofins pelo litro da gasolina(Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Alta de impostos sobre combustíveis  foi anunciado na quinta-feir
Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Justiça Federal no Distrito Federal suspendeu o reajuste das alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol, anunciado pelo governo na última quinta-feira (20).