Imprensa é oposição. O resto é armazém de secos e molhados."

(Millôr Fernandes)

terça-feira, 13 de novembro de 2018

MPDF: Prevenção ao feminicídio é tema de seminário de 21 de novembro

Terça, 13 novembro de 2018
Do MPDF
Estão abertas as inscrições para o seminário “Prevenção do Feminicídio: vamos conversar?”. O evento ocorrerá em 21 de novembro, na Coordenação Regional de Ensino do Recanto das Emas. O objetivo é debater como as variáveis de raça, gênero e classe social podem influenciar as relações violentas e como construir estratégias de intervenção.

PGR recorre de decisão que reconhece imunidade aos ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha

Terça, 13 de novembro de 2018
Do MPF
Privilégio conferido pela Constituição só alcança denunciados que, na época da formulação da acusação, estejam no exercício do cargo
A imunidade conferida aos ministros de Estado pela Constituição Federal só deve alcançar os denunciados que, na época da formulação da acusação, estejam no exercício do cargo. Esse é o posicionamento defendido pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em recurso apresentado ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira (12), em inquérito que apura as supostas práticas de corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro pelos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e de Minas e Energia, Moreira Franco.

TRF-2 torna deputados estaduais do Rio presos preventivos; eles são suspeitos de corrupção no âmbito do Detran-RJ

Terça, 13 de novembro de 2018
Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro
O desembargador federal Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), converteu em preventiva parte das prisões da Operação Furna da Onça. Desdobramento da Operação Cadeia Velha e deflagrada pela força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro, a ação foi desencadeada para investigar a participação de deputados estaduais em esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e loteamento de cargos públicos e mão de obra terceirizada, principalmente no Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro (Detran-RJ).

Ecos do ato de ontem (12/11/2018) em defesa do HRG, Hospital Regional do Gama

Terça, 13 de novembro de 2018
No ato em defesa do HRG, ato realizado em 12/11/2018, Jorge Viana, vice-presidente do Sindate, e eleito deputado distrital nas eleições deste ano, fala sobre a proposta do atual governo (que termina em 31/12/20180), de transformar o hospital apenas em um centro de atendimento em traumatologia. O deputado se declarou radicalmente contra o "projeto" do governo Rollemberg, proposta que fere de morte o HRG como hospital geral (aquele que oferece  ao povo atendimento em várias e várias especialidades médicas).

Clique aqui e aqui e saiba mais sobre o assunto.

E também aqui

FComGama: nesta terça (13/11) reunião com deputados eleitos no DF

Terça, 13 de novembro de 2018


Reunião do Fórum Comunitário e de Entidades do Gama

Tema: Reunião Ampliada com Deputados Eleitos
Data: 13/11 (Terça-Feira)
🕐Horário: 18h
📍Local: Espaço de Ideias

É importante a criação de canais de diálogo entre os parlamentares e a população, dialogar talvez seja a função mais nobre de um deputado, talvez até mais que legislar e fiscalizar os outros poderes.

Pensando nisso, o FComGama, convida a todos os deputados eleitos, independente de partido político, para se reunir com a comunidade e ouvir suas demandas, principalmente às da área de saúde.

Mesa Mediadora do FComGama

A pior semana de Bolsonaro, depois de presidente eleito

Segunda, 13 de novembro de 2018
Por
Helio Fernades

A partir da arrogância da vitória no segundo turno, 15 dias de contradições,  erros, desacertos e equívocos insanáveis e irrefutáveis na formação da equipe. E como consequência, derrotas e mais derrotas, no plano militar, legislativo, judiciário. A mais clamorosa, acachapante,  destruiu o que ele cultivava como "seu grande trunfo", no caso do visível e previsível fracasso administrativo: o que insinuava e deixava à mostra, uma intervenção militar.

Vamos salvar o Antônio? Você pode ajudar bebê que sofre de doença rara

Terça, 13 de outubro de 2018
Criança de 5 meses tem atrofia muscular espinhal, que paralisa e debilita a locomoção. Não há cura, mas é possível controlar a enfermidade

Por Victor Fuzeira
A euforia da chegada do primeiro filho em uma família de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, foi substituída por um sentimento de desespero e angústia. O pequeno Antônio, de apenas 5 meses, foi diagnosticado com atrofia muscular espinhal (AME), condição genética rara que afeta as células do sistema nervoso, levando à paralisação gradual dos músculos do corpo.

domingo, 11 de novembro de 2018

Documentário trata do encarceramento de mulheres que são mães no Brasil

Domingo, 11 de novembro de 2018
Da


C(Elas) adota postura crítica ao retratar o cotidiano de mulheres que passam os meses de gestação e se tornam mães dentro da prisão

Imagem que ilustra o cartaz do documentário | Foto: Divulgação
“Quando a gente manda a criança embora antes do tempo, eles falam que a gente não tem atitude de mãe, mas eu acho que atitude de mãe é você mandar embora antes. Quem ama não deixa preso”. Esse é o trecho de um dos depoimentos de uma das mães encarceradas na Penitenciária Feminina de Cariacica, no Espírito Santo, que é personagem no curta-metragem C(Elas), dirigido por Gabriela Santos Alves, lançado no ano passado, e que acompanha os meses finais da gravidez e os primeiros após o nascimento de um bebê no cárcere.

Rocha Loures tenta passar por “otário”, mas vai pegar muitos anos de cadeia…

Domingo, 11 de novembro de 2018
Da Tribuna da Internet
Carlos Newton
Na Faculdade de Direito, até hoje se estuda a teoria de Cesare Lombroso, médico psiquiatra italiano, que foi fundador da Escola Positiva, ao lado de Enrico Ferri e Raffaele Garofalo, responsáveis por implantar uma etapa científica da criminologia no final do século XIX. Foi Lombroso que criou a Tese do Criminoso Nato, cuja tendência delituosa poderia ser identificada em função das características da formação do crânio do indivíduo. A teoria fez sucesso, colocou muita gente na cadeia, até ficar provado que não tinha o menor rigor científico e ninguém pode ser classificado como criminoso apenas pelo fato de ser disforme, digamos assim.

É D'oxum

Domingo, 11 de novembro de 2018
Vídeo publicado no Youtube pelo Canal Fitamarela

Para entender de uma vez o que é misoginia

Domingo, 11 de novembro de 2018
Misoginia é conceito recorrentemente usado. Contudo, nem todos sabem ao certo o seu significado. Um exemplo do desconhecimento do termo observamos na tentativa de Michelle Bolsonaro, esposa de Jair Bolsonaro, defender seu marido. Vejamos:

Por Café Com Sociologia/ Foto Divulgação 

O que é misoginia?

Por Cristiano das Neves Bodart

Misoginia é conceito recorrentemente usado. Contudo, nem todos sabem ao certo o seu significado. Um exemplo do desconhecimento do termo observamos na tentativa de Michelle Bolsonaro, esposa de Jair Bolsonaro, defender seu marido. Vejamos:

“Ele é taxado como misógino, né! E ele é casado com quem? Com uma filha de cearense” (Michelle Bolsonaro, 29 de out. 2018).

Nota-se que, para Michelle Bolsonaro, seu marido não poderia ser misógino uma vez que é casado com uma filha de cearense, como se houvesse alguma relação entre misoginia e preconceito aos nordestinos. Erro crasso detectado!

Misoginia envolve preconceito, contudo não aos nordestinos. Trata-se de repulsa, desprezo, ódio ou preconceito contra as mulheres. Etimologicamente, a palavra “misoginia” é derivada do grego misogynia​. Trata-se da união de miseó, que significa “ódio”, e gyné, que se traduz para “mulher”. No Cambridge Dictionary misoginia assim está definido:  […] crença de que os homens são muito melhores que as mulheres (Cambridge Dictionary Online, 2018).

Alguém que defende que as mulheres são inferiores moralmente ou intelectualmente aos homens é considerado misógino. A misoginia pode manifestar-se de várias maneiras, incluindo a violência (física e psicológica), a discriminação sexual, difamação motivada pelo gênero e objetificação sexual das mulheres. Os elevados índices de feminicídio tem relação direta com a misoginia. 

É importante destacar duas coisas: i) a misoginia é mais antiga do que a roda, embora o conceito tivesse aparecido pela primeira vez em 1656, no Oxford English Dictionary e; ii) as formas de manifestação da misoginia se transformaram, à medida que as sociedades humanas evoluíram, tornaram-se mais refinadas, sutis, o que não significa que são menos inadmissíveis. 

Um belo trabalho para entendermos como as mulheres são subjugadas na nossa sociedade é o livro “A dominação Masculina“, de Pierre Bourdieu. Nele o autor demonstra como a dominação dos homens sobre as mulheres se manifesta tanto de forma explicita, como sutil, muitas vezes imperceptível aos homens e às mulheres.
-------------
Fonte: ContextoExato
-------------
Permitida a reprodução desde que citada a fonte (https://cafecomsociologia.com/cristiano-bodart/)

sábado, 10 de novembro de 2018

Brasileiros: Fármaco pode eliminar vírus da chikungunya, revela pesquisa

Sábado, 10 de novembro de 2018
Por Agência Brasil  São Paulo
Um estudo feito por pesquisadores do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), mostra que um fármaco usado no tratamento contra hepatite C crônica é capaz de eliminar o vírus da chikungunya e da febre amarela. Todos os testes para uso humano do Sofosbuvir já foram realizados e com isso é possível que a substância seja empregada em uma eventual epidemia de Chikungunya.

Arroz, feijão e carne são os alimentos mais desperdiçados no Brasil

Sábado, 10 de novembro de 2018
Governo promove atividades para conscientizar sobre o desperdício

Por Pedro Rafael Vilela* - Repórter da Agência Brasil  
O Ministério do Meio Ambiente (MMA) encerrou neste sábado (10), em Brasília, a Semana Nacional de Conscientização sobre Perdas e Desperdícios de Alimentos 2018.

A programação do último dia contou com uma estrutura montada na Central de Abastecimento (Ceasa) da capital federal, e incluiu oferta gratuita de oficinas de combate ao desperdício, com dicas sobre como tirar o melhor aproveitamento de alimentos, evitando o descarte daquilo que ainda pode ser consumido. Ao longo dos últimos dias, exposições e outras oficinas, como a de hortas urbanas, também movimentaram o local.

Racismo, incitação ao genocídio e ameaça: MPF abre investigação sobre carta com ameaças a alunas do curso de geografia da Universidade Federal do Pará em Altamira

Sábado, 10 de novembro de 2018
Procuradoria vai investigar crimes de racismo, incitação ao genocídio e ameaça. A carta é anônima e foi deixada no centro acadêmico do curso
A carta iniciava com os dizeres “Bem vindos ao Fascismo” (sic) e prosseguia anunciando que chegou o momento de “passar por cima de cada um de vocês, cada gay, cada sapatão, preto e preta”. “Vamos exterminar cada um de vocês. Vamos destruir cada um desse tal movimento estudantil, começando por vocês do Diretório Acadêmico, vamos começar com a preta que se acha dona da razão, a coordenação geral do D.A, vai aprender a ficar calada, vai aprender a ficar no lugar dela, vai aprender que preta não tem voz e nem vez”, dizia o texto para, em seguida, nominar duas alunas e ameaçá-las de morte.O Ministério Público Federal (MPF) determinou, nesta quinta-feira (8), a abertura de investigação criminal sobre uma carta com ameaças a alunas do curso de geografia da Universidade Federal do Pará (UFPA) em Altamira, na região do médio rio Xingu. A carta, anônima, foi encontrada no dia 31 de outubro, provavelmente passada por baixo da porta do centro acadêmico de geografia, contendo ameaças contra duas alunas que são lideranças do movimento estudantil.

Funcionário da JBS, alvo da Operação Capitu, se entrega em SP

Sábado, 10 de novembro de 2018
Por Camila Maciel – Repórter da Agência Brasil  São Paulo
Florisvaldo Caetano de Oliveira, um dos alvos da Operação Capitu deflagrada ontem, se apresentou hoje (10) na sede da Polícia Federal (PF), em São Paulo. Funcionário da JBS, ele é investigado por participação em suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Havia um mandado de prisão em aberto contra ele.

Foram presos no curso da operação Joesley Batista, dono da JBS, e o ex-ministro da Agricultura e atual vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (MDB).

Astronauta e futuro ministro Marcos Pontes negou por anos ser sócio oculto de empresa. Virou dono dela depois que investigação prescreveu

Sábado, 10 de novembro de 2018
Do Intercept Brasil


Uma das primeiras promessas de campanha que o presidente eleito Jair Bolsonaro cumpriu foi anunciar a contratação de Marcos Pontes, tenente-coronel de 55 anos reservista da Força Aérea Brasileira e único brasileiro na história a ter viajado ao espaço. Pontes vai ocupar o Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações. Nas redes sociais, opositores de Bolsonaro fizeram piada com o fato de o astronauta ter se notabilizado mais por ser palestrante e garoto-propaganda de travesseiros “da Nasa”, a agência espacial americana na qual foi treinado durante sete anos, ao custo de US$ 10 milhões (R$ 37 milhões), do que por suas contribuições à ciência.
Mas nem tudo é folclore no merchandising do astronauta e de seus travesseiros, vendidos nas lojas Havan por dez vezes de R$ 6,99. Pouco antes de ir para a reserva, em 2006, o tenente-coronel da reserva foi alvo de uma investigação do Ministério Público Militar para apurar se ele havia infringido o artigo 204 do Código Militar, que proíbe a militares da ativa qualquer atividade comercial. Na época, ele negou relação com a empresa Portally Eventos e Produções, registrada em nome de uma assessora de imprensa dele. A investigação caducou no STF sem que os procuradores tivessem atendido um pedido de quebra de sigilo bancário e fiscal de Pontes.

Cuidado com os que tentam aplicar um passa-moleque na justiça brasileira: o que estão tramando é um lichamento

Sábado, 10 novembro de 2018
Está sendo espalhado pelo país algo que tanto pode ser uma informação de bastidores quanto uma wishful thinking para influenciar a opinião pública e os ministros do Supremo Tribunal Federal. Quem não quiser ser manipulado, precisa avaliar a questão com muito cuidado.

Segundo o jornal O Globo, do parecer do relator Luiz Fux sobre o eventual direito de o atual ou o novo presidente da República ordenarem a extradição do escritor Cesare Battisti, constaria o reconhecimento da "prerrogativa de um presidente rever decisão de outro em casos como esse, de extradição de estrangeiros”.

Para Senado, MP que adia aumento de servidores pode ser suspensa

Sábado, 10 novembro de 2018
Parecer enviado ao STF diz que MP 849 tem "similaridade" com MP 805

Por Felipe Pontes – Repórter da Agência Brasil  Brasília
Em parecer encaminhado ontem (8) ao Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), informou ser possível a suspensão, devido a irregularidade em sua edição, da Medida Provisória 849/18, que adiou a última parcela do aumento de salário concedido em 2017 a dezenas de carreiras do funcionalismo público.

A MP é alvo de ao menos quatro ações diretas de inconstitucionalidade (ADIs) propostas por entidades de servidores. Foram proponentes a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP); a Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (Proifes – Federação); a Associação Nacional dos Servidores Públicos da Previdência e da Seguridade Social; e a Associação dos Servidores Federais em Transportes (Asdner).

CNJ abre processo para apurar ida de Moro para ministério de Bolsonaro; foi feito pedido de explicações ao juiz

Sábado, 10 novembro de 2018
Por Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil
O corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, instaurou hoje [ontem] (9) um pedido de providências para que o juiz federal Sergio Moro esclareça questionamentos feitos ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre sua suposta atividade político-partidária enquanto ainda exercia a magistratura.

As representações foram feitas depois que Moro aceitou o convite para o cargo de ministro da Justiça do presidente eleito Jair Bolsonaro. O juiz pediu férias e, antes de se exonerar da magistratura, passou a se reunir com a equipe de transição do governo. Antes, ele se reuniu com Bolsonaro no Rio de Janeiro.

Martins deu 15 dias para que Moro preste informações, “visando a possibilitar uma melhor compreensão dos fatos”. Pela Lei Orgânica da Magistratura, magistrados não podem exercer atividade político-partidária. Ao todo, foram feitos três questionamentos à conduta de Moro, um por um cidadão, outro pela Associação Brasileira de Juristas pela Democracia e um terceiro pelo PT.

Habeas corpus de Lula
Em outra frente, o corregedor nacional de Justiça marcou para 6 de dezembro a oitiva de Moro e dos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) Rogério Favreto, João Pedro Gebran Neto e Thompson Flores Lenz.

Os quatro participaram de uma guerra de liminares, em julho, quando Favreto, de plantão, concedeu um habeas corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Decisões contrárias de Moro, Gebran e Flores mantiveram Lula na cadeia.

Martins ouvirá pessoalmente e em separado cada um dos magistrados envolvidos no episódio e que respondem a uma representação disciplinar. Embora o processo corra em segredo de Justiça, a marcação das oitivas foi divulgada pelo CNJ.

A população precisa do HRG! E o HRG precisa de você! Ato em defesa do hospital nesta segunda (12/11)

Sábado, 10 de novembro de 2018


Saiba mais aqui